31 de janeiro de 2017

A chuva continua nesta quarta-feira

A chuva intensa que assola a Grande Florianópolis desde segunda-feira (30) continua nesta quarta-feira (1º). Depois de fazer chover 82 mm durante a madrugada e causar estragos, deslizamentos e uma morte, o sistema meteorológico que afetou a região deve seguir para o oceano a partir de quinta-feira.

Segundo a Epagri/Ciram, que emitiu um novo alerta meteorológico nesta terça, a chuva que atinge Santa Catarina deve predominar na Grande Florianópolis, Vale do Itajaí e Litoral Norte até o fim da noite de quarta. A Defesa Civil segue em alerta para a possibilidade de novos deslizamentos e inundações, visto que a previsão indica descargas elétricas, pancadas de chuva de moderada a forte e pontuais de 100 a 150 mm.

Como explica o meteorologista Erikson de Oliveira, da Epagri/Ciram, esse fenômeno ocorre em função de um sistema chamado vórtice ciclônico. Ele costuma influenciar as condições climáticas de Santa Catarina algumas vezes por ano, em diferentes épocas. No entanto, não tem o hábito de provocar tempestades tão intensas.

Ainda nesta quarta-feira deve ocorrer predomínio de nuvens na Grande Florianópolis. Com o tempo fechado, a temperatura não deve sofrer muitas variações em relação ao dia anterior. Na Capital, a mínima prevista é de 23°C e a máxima de 27°C.

Nos próximos dias, o vento segue fraco e moderado, carregando umidade do oceano para o litoral. Não há risco de ciclones ou sistemas de ventos fortes, mas quem está na região litorânea precisa ficar atento às descargas elétricas.



Sol e calor no fim de semana

Após alguns dias de nebulosidade, o sol deve abrir novamente na sexta-feira (3) e no final de semana, permitindo que as pessoas voltem a aproveitar o calor ao ar livre. A temperatura deve subir gradativamente e ficar na faixa dos 30°C no sábado e domingo.

A umidade continua alta e o calor devem formar novas nuvens, a partir da tarde. Por conta disso, devem ocorrer pancadas de chuva no fim do dia, na maior parte do Estado. A chuva, porém, deve ocorrer em menor volume e por pancadas rápidas, principalmente à tarde e à noite.

Segundo o meteorologista da Epagri/Ciram, não há previsão para dias quentes como os que ocorreram há três semanas, quando foi registrada a sensação térmica de 53° em Santo Amaro da Imperatriz.

Fonte: NDonline
Compartilhar:

Amigos no Facebook

Tempo!

Instagram

Twitter